Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

.


Estive uns dias parada, sem fazer exercício físico. Porque também não quero estar a fazer por obrigação e sim porque sinto necessidade de o fazer. Não retomei o exercício físico para perder o peso que ainda tenho a perder. Ou pelo menos não só porque é disso que preciso. Resolvi retomar porque tenho mais tempo livre para tal neste momento e porque realmente me sinto muito bem a fazer nem que sejam uns meros 20 minutos por dia. 

É incrível como mexer o corpo algum tempo por dia me tira parte do stress diário e me faz sentir melhor, mesmo que por meros momentos. Numa fase complicada, como me tenho sentido menos bem, saber que a realizar pequenas coisas me faz sentir um bocadinho melhor é fantástico!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Comecei com 15minutos por dia de exercício físico, da primeira vez que comecei a praticar e desta vez não foi diferente! Neste momento vário nos dias mas já fui aumentando até aos 25 e 30 minutos. 

Estar em casa sem praticar nenhum tipo de exercício físico acaba por nos trazer alguns problemas para nós mesmos, não me refiro apenas a aumento de peso mas também a problemas de saúde! 

Não imaginam o bem que nós fazia se todos, ou quase todos vá, os dias fizéssemos 15 minutos (no mínimo) de exercício físico! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Desabafos de autocarro

por ✓MS, em 04.06.19

Este fim de semana fui sair e, como habitual, apanhei transportes públicos. Como também acaba por ser algo normal e muitas vezes frequente, as senhoras já com alguma idade acabam por meter conversa seja lá porque motivo for. Desta vez a senhora que me falou dizia-me que com este calor lhe sabia bem era ir para a praia, que adora praia mas que já não vai mais. Normalmente não costumo dar muita conversa, mas esta senhora tinha um olhar triste quando falava. Um sorriso meio forçado e um olhar bem triste. Acabei por lhe dizer para ir, já que lhe sabia bem. Ao que ela me responde  que deixou de ir para a praia porque tem vergonha dela mesma. Vergonha do corpo que tem por ser (palavras da senhora) gorda e ter as pernas roxas das varizes. Aí acabei por a encorajar mais a seguir o que realmente a faz sentir bem. Se gosta de praia, se ir para a praia a faz sentir bem porque não? Dizia-me ela que era o receio de olharem para ela. Por fim acabou por dizer que o marido lhe teria dito que tinha umas pernas horríveis. 

Quando ouvi tal coisa fiquei perplexa! Como assim o marido lhe disse isso?! Como assim ela deixa de ir fazer algo que a faz sentir bem com receio de algo por ter ouvido tal coisa do MARIDO?? Em seguida brincou a senhora "também lhe digo menina, nunca mais me viu as pernas, não gosta nem lhe mostro nada!". Confesso que no meio de tudo isso ainda foi o que me fez esquecer um pouco a parte anterior e rir um pouquinho! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Grão a grão... vou ficando feliz!

por ✓MS, em 11.04.16

Por vezes ando a ler artigos ou depoimentos sobre pessoas que também estão em fase de emagrecimento, ou estiveram, e quando vejo bem essas pessoas perderam em 1 ano o que eu perdi em 2. Não quer dizer que alguma das partes esteja a fazer algo de errado (também depende se colocamos metas e realmente as cumprimos), simplesmente fazemos escolhas diferentes e temos corpos diferentes. Certamente teria conseguido perder num ano o que perdi em dois, se tivesse feito mais esforço claro. Mas estou feliz com os meus resultados na mesma. No meu caso em particular, se num mês eu perder 1 quilo ou 500 gramas, vou ficar feliz de ambos os resultados. Ficaria triste se tivesse ganho peso, isso seria um retrocesso ao meu esforço. Se não perder peso mas mantiver o peso do mês anterior ficarei feliz também. Quando chegar ao peso em que ache estar bom para mim, terei de o manter, por isso mesmo fico feliz mesmo que apenas mantenha o peso (significa que provavelmente no final da caminhada, estarei preparada para o manter). Por estes mesmos motivos vou ficando feliz de cada passo que dou mesmo que pequeno.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Largar o tabaco e o álcool

por ✓MS, em 27.03.16

Quando falamos em ter uma vida saudável, é inevitável referir que devemos deixar de lado o álcool e o tabaco devido a prejudicar a nossa saúde.
O tabaco além de prejudicar o sistema cardiovascular e o sistema respiratório, estraga a nossa pele.
Já o álcool é prejudicial para o pâncreas e para o fígado (sendo eles fundamentais para que o nosso corpo esteja em bom funcionamento).
Por tudo isso devemos ter em mente que o tabaco, álcool e todo o tipo de substâncias dentro do género, são bastante prejudiciais para a nossa saúde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens