Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Desabafos do confinamento

por ✓MS, em 29.01.21

Andava eu aqui a reflectir sobre o confinamento passado e este mais recente. No confinamento do ano passado, estava eu a 100% confinada em casa e "cheia de energia" para quase tudo. Eu queria cozinhar, eu queria fazer limpezas em casa e tudo mais. Julgo eu que o stress e aquele sentimento de incerteza do que mais iria vir por aí me fazia querer ocupar as minhas 24h a fazer tudo e mais alguma coisa. 

Desta vez, quase um ano após o primeiro confinamento, sinto quase o oposto. Não estou confinada a 100%, pois continuo a trabalhar (apesar de ser em layoff parcial). O tempo que passo em casa, que ainda assim é bastante, não sinto vontade de fazer rigorosamente nada. Tenho vontade de dormir, dormir muito! Durante a noite tenho grandes insónias, que me fazem ir dormir muito mais tarde do que era o meu habitual. Durante o dia vou "vagueando" pelos cantos até que acabo por, a qualquer momento, adormecer na cama durante algum tempo. Acordo, ainda a morrer de sono e ainda sem vontade de fazer  nada. 

Apesar das diferenças, e agradecer por ainda conseguir manter o meu posto de trabalho, tenho aproveitado muito mais para descansar mesmo dos últimos meses bastante puxados de trabalho. Acredito que ainda existe muita gente com falta de noção do estado em que vivemos. E isto é triste!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Covid-19, pandemias e desabafos

por ✓MS, em 21.01.21

Dei por mim aqui a fazer uma retrospectiva do último ano. Tinha planeado fazer uma publicação aqui no blog sobre metas e objectivos para o novo ano. No entanto, deixou de fazer sentido para mim. Planear o quê, para quê? Incertezas, foram as únicas coisas que existiam e ainda existem na minha mente. Deixei passar. 

Não passo aqui hoje para escrever metas nem objectivos para este ano. Talvez seja o primeiro ano que não realizo tal "lista". Talvez o ideal seja mesmo isso, não idealizar nada e deixar acontecer, conforme o destino quiser. 

O que me leva a pensar assim é tudo isto que nos rodeia. Confinamentos, pandemia, covid-19. Acabei por preferir não ver as notícias a 100%, fui-me mantendo informada e sempre a cumprir regras. Mas deixe de acompanhar as notícias "ao minuto e 24h por dia". A certo momento senti que a incerteza de tudo, me estava a deixar a cabeça a estourar. 

Sonhos, esses tenho muitos. Mas não os posso, neste momento tão incerto, colocar como metas ou objectivos a cumprir num futuro tão próximo como gostaria. 

 

Passem pelo Instagram @na1pessoa e acompanhem mais de perto o meu dia-a-dia! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um Natal diferente

por ✓MS, em 09.11.20

IMG_20201107_184701.jpg

Este ano certamente será haverá um Natal diferente. Devido a esta pandemia, erros de todos (ou da maioria como preferirem), economia em baixo e com várias restrições provavelmente. Não será um Natal igual aos dos anos anteriores em que todos poderemos "gozar" a festa em família de forma "normal". 

De qualquer forma, já se começa a sentir aos poucos a cidade com alguma interacção alusiva a esta data que se aproxima. 

Este ano certamente ficará gravado nas nossas cabeças por muito tempo! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Numa altura que estamos a tentar voltar a uma possível normalidade, julgo que ainda a meio gás, decidi fazer uma retrospectiva de toda a pandemia que vivemos e ainda vamos vivendo. A situação económica não foi (e não é) de todo a melhor e o desemprego sofreu imenso com tudo isto, tal como muitas das pessoas que se sentiram numa posição de desemprego e em simultâneo sem saber como fazer face a despesas e arranjar emprego de novo. Arranjar novo emprego não foi fácil, e veremos se será menos difícil nos próximos tempos. 

Durante esta altura de pandemia fui estando atenta a todas as publicações de anúncios de emprego que foram sendo publicados de forma a perceber o que estava ainda a funcionar, quer fosse a meio gás ou com toda a força. 

A área da saúde e as empresas de supermercados foram duas das principais áreas que continuaram a contratar, provavelmente a um nível bastante superior ao habitual. Foi logo das principais áreas que notei que realmente publicavam anúncios de emprego e que iam contratando. 

A área da restauração, apesar de trabalhar a menos que meio gás só com o serviço de entrega em casa ou de nos deslocarmos para ir buscar a nossa comida sem permanecer no local foi também das poucas áreas que se mantiveram activas. Um ou outro anúncio desta área mas não tanto como as áreas referidas anteriormente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Arrumações na quarentena

por ✓MS, em 08.05.20

A altura de quarentena foi ideal para fazer arrumações que se andavam a adiar. Acabamos por deixar tudo num ambiente mais limpo e bonito. E, muitas vezes, encontramos coisas que já nem sabíamos que tínhamos guardadas. Uma boa altura para "destralhar" e deitar fora (doar o que está boa ou vender, o que está estragado ir mesmo para o lixo) aquilo de que não precisamos realmente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens