Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

.


Outfit de Natal?

por *Márcia S.*, em 14.12.19

Sempre passei o Natal em casa. Na minha ou de familiares, mas nos últimos anos sempre (ou quase sempre) na minha. Antes dava imenso valor ao que ia vestir, queria vestir-me com algo com que sentisse que estava melhor (ou mais bonita, como preferirem) que nos restantes dias. Gostava de passar alguma maquilhagem e houve um ou dois anos que até gostava de encaracolar o cabelo. 

Ao longo dos anos que foram passando, a minha ideia e opinião sobre este assunto mudou. Quando penso em outfit para o Natal, especialmente para a consoada, nunca me passa mais nada na cabeça a não ser ROUPA CONFORTÁVEL. E quanto mais confortável melhor muito sinceramente! Adoro estar de pijama, mas se tiver mais gente em casa não me importo de estar com outros "trapinhos" desde que sejam MESMO muito confortáveis. O importante é a união e o estarmos perto de quem mais gostamos e amamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

As aplicações que mais uso no telemóvel?!

por *Márcia S.*, em 05.12.19

Sou mesmo daquelas pessoas que usa o telemóvel para tudo! Serve não só para me comunicar com todos mas para fazer outras "mil e uma coisas". Não só uso como divertimento e distracção para jogar alguns jogos, como para uso de diversas aplicações. Não incluindo jogos, as aplicações que acabo por usar mais no telemóvel neste momento no telemóvel são:

  • Whatsapp: Esta será sempre a aplicação que mais uso para me manter em contacto com todos oa familiares e amigos!
  • Youtube e Netflix: Duas das aplicações que mais uso para me entreter, principalmente com o meu namorado, não só para acompanhar diversos youtubers que gostamos como para vermos filmes e séries em conjunto.
  • Notas: qualquer uma das aplicações de notas, no momento tenho usado a aplicação que já vinha com o telemóvel pois não tive muita vontade de a alterar. Tudo o que tenho de anotar para não me esquecer, avisos etc. vão parar nas notas do meu telemóvel!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Experiência no AliExpress

por *Márcia S.*, em 10.11.19

Sempre fui reticente sobre comprar produtos online. Porque vinham de longe, porque tinha de pagar antes de vir o produto, porque não sabia se ia chegar, se os prazos que aparecem nos sites realmente são confiáveis. Enfim, tinha um monte de dúvidas que me fizeram nunca experimentar este tipo de sites. 

Este ano resolvi experimentar. Produtos baratos para que não fosse arrepender-me assim tanto caso os produtos não chegassem. Desde a capa para o meu telemóvel (que sinceramente pela qualidade compensa muito mais mandar vir de fora do que comprar em Portugal) a produtos de maquilhagem que a minha irmã quis experimentar. 

Posso dizer que chegaram todos os produtos que comprei. A qualidade era razoável, compatível com o preço que era praticado pelo vendedor. O tempo de espera foi o que me deixou um tanto irritada. Os produtos da minha irmã foram os últimos a ser comprados e os primeiros a chegar. A minha capa para o telemóvel, que foi comprada dias antes, chegou ao fim de 2 meses. Tempo normal para muitos produtos que acusam esses mesmos tempos, mas não era o que correspondia ao que o vendedor anunciava. Aparentemente deveria chegar em 20dias. O vendedor prolongou o tempo por 2 vezes, o que se tornou irritante e me fez reclamar, pois não estavam a ser cumpridos os tempos que ele anunciava. Pediu desculpas e acabei por receber a capa (o que valeu foi realmente ser o que eu esperava e a qualidade não ser má para uma capa de 1€ (penso que nem a 1€ chegou). 

 

O que acabei por ter em conta quando escolhia os produtos que queria comprar, foi que o vendedor tinha um bom feedback, ler os comentários do produto e se tinham fotografias e o que os compradores falavam do produto. E, claro, usar sempre o filtro dos portes gratuitos! Muitas vezes paga-se mais de portes do que pelo próprio produto. Mas existem milhares de produtos iguais em que os portes são completamente gratuitos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cabelos curtos vs cabelos compridos

por *Márcia S.*, em 17.08.19

Pessoalmente andei uns anos que não queria cabelo curto em mim mesma. Olhava as minhas fotografias de criança e via-me com repas e cabelo curtinho e não sei porquê, não gostava nada! Conclusão? Passei a adolescência a preferir o meu cabelo dos ombros pra baixo, SEMPRE! 

Há uns anos, já cansada do meu cabelo ser comprido (apesar de o ir cortando e até por vezes lhe fazer um corte diferente, mas a nível de tamanho era sempre dentro do mesmo), decidi mudar. Digamos que eu usava o cabelo "médio". Não era curto, mas também não era extremamente comprido. 

Fartei-me e decidi cortar. Fui até ao cabeleireiro (digamos cabeleireira, pois era, e ainda é, uma mulher) e pedi que cortasse o cabelo. A primeira vez que fui naquela cabeleireira tive um misto de amor - ódio perante ela. Pois, ela foi eficaz no que fez, porém adorava (e ainda adora) cortar até mais não! Ora bem, o meu cabelo é liso mas com alguma ondulação. Basta um bocadinho de vento que ele encolhe logo um bocado. Basta eu lavar que ele depois de seco encolhe logo um bocado. E senti que a cabeleireira não teve isso em atenção quando cortou o cabelo. De qualquer maneira, habituei-me tão bem a ter cabelo curto que nunca deixei de lá ir. Continuo até hoje a frequentar a mesma cabeleireira, principalmente para deixar o meu cabelo curtinho. Tenho usado o meu cabelo com o mesmo penteado há mais de ano e meio, sempre o mesmo (e tem sido o mais curto de sempre!). Além do mais já lá pintei o cabelo e ela tem sido sempre excelente no trabalho que faz comigo, sendo que para o trabalho bem feito que faz não leva nada caro! Nunca vi ninguém da área que fizesse preços competitivos com ela, e já vi montes de salões a fazer o mesmo que ela (e muitas vezes não tão bem feito ou com qualidade inferior) e a pedir bem mais dinheiro por esse trabalho! 

Conclusão, hoje adoro cabelo curto e não o troco por cabelos compridos!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Adoro a forma como sorris

por *Márcia S.*, em 17.03.19

Se há algo que sempre me chamou a atenção é o sorriso de alguém. Olhar para o sorriso do homem que amo é algo que me conforta. Não só me conforta como me deixa tão mas tão feliz!

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens