Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Covid-19 uma realidade a lidar!

por ✓MS, em 11.03.20

Numa altura que tanto se ouve falar em Corona vírus / covid-19 é importante que todos tenham a noção da gravidade do assunto. Não se trata de deixar as pessoas em pânico, muito menos de deixar de fazer a nossa vida normal. Trata-se de nos prevenirmos de forma a não ficarmos contaminados para que não tenhamos realmente de deixar de fazer a nossa rotina normal. 

Fala-se já em pandemia mundial, uma realidade que sinceramente já era de esperar faz muito tempo! Foi preciso aparecerem dezenas de casos no nosso país para que resolvessem ter a noção do que um vírus deste pode fazer sociedade!

Quando será que vão as pessoas perceber que quando ficam de quarentena não estão de férias? Estão de quarentena para prevenir o contágio a terceiros! Não se trata de não querer ficar preso em casa, trata-se de não passar o vírus que "nos foi passado" a terceiros! 

A mentalidade do Zé Povinho português ainda tem de mudar e muito quando se trata de saúde (e muitas outras coisas)!

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Natal deste ano!

por ✓MS, em 24.12.19

Ao que parece este ano será diferente! Ao Natal acabamos por conseguir juntar mais alguns na consoada de Natal nesta noite importante de família. Não dou muito valor a esta época, é uma realidade, mas estar com alguns (mesmo que poucos) familiares acaba por ser bom.

Qui ça no próximo não estarei a dizer que o estou a passar com o "maridão"?! O futuro é sempre tão imprevisível!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Há um ano vim embora

por ✓MS, em 22.12.19

Há um ano atrás vim embora da empresa onde trabalhava. Sempre trabalhei em restauração, até agora. Troquei o trabalho anterior por um trabalho da mesma área nessa empresa. Foi um ano e meio de trabalho onde dei tudo por tudo por uma empresa que não deu nada por mim. Por mim e por tantos outros que por lá passaram e levaram o mesmo rumo que eu. Desde apoiar as decisões tomadas, a aceitar trabalhar inicialmente semanas sem folgas porque a loja tinha acabado de abrir e ainda nada estava organizado, a trabalhar 10h praticamente seguidas e quase sem comer em alturas de festa (festas essas de se passar com a família). Podia enumerar uma imensidão de situações que, de todo, não vale a pena! 

Vim embora da loja e empresa precisamente há um ano, ou fez um ano há pouco tempo. Ainda para gozar as férias que nunca dava para gozar, pois havia sempre alguém a gozar férias naqueles momentos ou então não davam férias naquelas alturas em específico. Na altura a minha família achava que eu tinha cometido um erro em ter chegado a acordo para vir embora. Mas sempre lhes disse que em primeiro lugar estava a minha saúde mental que, naquele preciso momento, estava um caos a custa de uma empresa e respectivas chefias que nos tratavam nem sei bem dizer como. Muitos acharam que por ser uma empresa grande e ainda a crescer mais, seria uma mais valia aguentar tudo. Alguns tiveram sorte. Sim, sorte por darem tanta graxa que conseguiram o que queriam. Isso não faz parte de mim. 

Ao fim de um ano, com altos e baixos, a conhecer novas realidades de emprego e afins, consegui algo que será dos meus maiores desafios mas que ao mesmo tempo é das áreas que mais admiro e gosto. Ainda não posso dizer que estou realizada a 100% a nível profissional, nem sei se algum dia estarei. Quem sabe? Mas adoro novos desafios e este sem dúvida que é um deles!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Retrospectiva musical

por ✓MS, em 19.12.19

Não sabia que o spotify nos fazia chegar via e-mail uma retrospectiva musical do que fomos ouvindo mais ao longo do ano, desde musicas a artistas. 

Ao que parece ouvi imenso James Arthur e Diogo Piçarra, entre outros artistas portugueses como de fora. Descobri que ouvi artistas de 22 países diferentes e até que foi a primeira vez que ouvi um podcast, nem eu sabia o que era tal coisa! 

Não foi dos anos que ouvi mais música no spotify mas deu quase dois mil minutos a ouvir música este ano, fiquei pasmada com o tempo que ouvi mesmo sabendo que tive imenso tempo sem ouvir música!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jantares de Natal nas empresas

por ✓MS, em 16.12.19

Serei só eu que acha que grande parte dos jantares de Natal de empresa têm sempre alguma hipocrisia? Já não é a primeira que reparo nessa situação e confessa que me deixa um misto de sentimentos. Ora me apetece rir das figuras que as pessoas acabam por ter, como me irrita ao ponto de me apetecer dizer a certas pessoas "mas afinal tu queixas-te o ano todo de chefes e colegas e na mínima oportunidade queres ir sentar numa mesa a conviver com eles?". Não digo nada, claramente, até porque as atitudes ficam para quem as pratica. Mas que me deixa um pouco incrédula com as atitudes que as pessoas acabam por tomar, isso não posso negar.

Ou eu sou muito diferente da maioria das pessoas ou então não sei. Aquelas pessoas que adoram queixar-se de tudo e de todos, que desdenham e falam mal de chefias e principalmente dos colegas de trabalho, são especialmente esses os primeiros a dizer que não vão a esses jantares de Natal. No entanto também são os primeiros a aparecer lá no restaurante, são os primeiros a rir e falar bem com todos os presentes. Digam-me lá se isto não é de uma hipocrisia tremenda?! 

Então e aqueles que passam o ano inteiro a dizer que não podem fazer esforços físicos no trabalho, que lhes dói muito isto e aquilo? chegam no jantar de Natal e o que fazem? é só dançar, deixam de mancar, as costas deixam de doer, e são capazes de estar horas em cima de saltos altos a dançar se for preciso. Mas será que não percebem que as restantes pessoas conseguem ver que as coisas não são exactamente bem como elas dizem ser? É preciso ter uma lata!

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens