Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Sabermos tudo ou o essencial?

por ✓MS, em 13.01.16

Várias foram as vezes que me questionei sobre o que seria melhor, sabermos tudo ou o essencial? Por momentos, a "ganância" pelo saber tudo e mais alguma coisa torna-se prejudicial para nós mesmos. Não acho necessariamente que seja necessário saber tudo, até porque nem tudo nos diz respeito. O "tudo" pode ser "nada", o "tudo" pode não ser o que achamos que é. O "tudo" pode não nos acrescentar nada de útil, nada de importante, nada que nos vá fazer felizes.
O essencial engloba aquilo que precisamos de saber e nada mais que isso! É tudo o que é necessário termos. A "dona curiosidade" é capaz de não achar nenhuma piada a não estar totalmente saciada, mas nem tudo tem de ser como ela quer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



1 comentário

Imagem de perfil

Olavo Rodrigues a 16.01.2016

Muito boa reflexão, gostei imenso! Eu cá discordo ligeiramente de ti. Eu creio que não é problemático querermos expandir o nosso conhecimento ao máximo possível, o que não é saudável é querermos tudo de uma vez, temos de dar tempo ao tempo.
O verdadeiro desafio é distinguir o conhecimento verdadeiro do falso. :-)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens