Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


.


Os meus animais de estimação

por *Márcia S.*, em 05.03.19

Quando era pequenita, antes dos meus 6 anos de idade, tive um cão. São poucas as recordações que tenho dele, pois realmente era muito novinha.

Durante a minha infância, adolescência e início de idade adulta a minha mãe apenas aceitava em casa peixes e tartarugas, dizia que não queria cães e muito menos gatos porque não tinha paciência. Faz agora cerca de 7 anos que a minha irmã pediu se podia ter um cão e a minha mãe continuava a não querer. Até que um certo dia, vimos uma ninhada que era de uma cadelinha que estava grávida e abandonada no meio da rua. Houve uma família que ficou com a mãe e um dos filhos, a tal família que acabamos por contactar para ficar com o nosso primeiro cão. Não sei como, todos em casa acabaram por aceitar um novo membro cá em casa, até mesmo a nossa mãe que não queria nada. Está connosco até hoje, com 7 aninhos, o nosso cãozinho que lhe demos o nome de Buddy. 

Faz agora por volta de um ano e uns 3 meses que uns familiares nossos tinham dois cães que tiveram uma ninhada. Os cães são ainda mais pequeninos que o nosso buddy, e são mesmo anões. Perguntaram-nos se não queríamos ficar com um deles até para fazer companhia ao nosso buddy, que lhe fazia bem. Inicialmente não queríamos, pois já estávamos muito habituados a ter o buddy e não sabíamos como ele iria reagir a ter um novo membro de 4 patas em casa. O que é certo é que hoje, temos o Buddy com 7 anos, e o Luke com 1 ano e tal. Dão-se bem, não foi fácil de inicio a adaptação do Buddy mas acabou por se tornar inseparável do novo amigo, como se o tivesse adoptado como seu filho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens