Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


.


Forçar o exercício

por *Márcia S.*, em 04.09.15

Quem me conhece bem sabe que há uns anos ninguém me arrastava para fazer exercício. Qual caminhada qual quê, havia coisas mais interessantes para fazer.
Quando meti na cabeça que isso ia mudar, mudou mesmo. Eu sabia que ia ficar cansada, sabia que ia querer parar. Sabia isso tão bem que pesquisei a fundo o que me ia fazer sentir bem a fazer, para não correr o risco de ao final de uma semana dizer que me fartei.
Realmente a primeira semana não foi muito boa. O corpo não queria ajudar, fiquei uns dias toda dorida e só pensava "as dores não vão ser mais fortes que eu". Quando refiro dores, são dores próprias de quando não fazemos nada de nada e começamos a fazer tudo. O corpo sente e quer parar. Cabe a nós mesmos não deixar que o corpo mande mais que a nossa vontade.
Hoje o que custa mais é quando já estou cansada do próprio dia e sentir que não "rendi" o suficiente. Há dias que rendem mais que outros, convém é o esforço estar sempre presente!

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



1 comentário

Imagem de perfil

Andy Bloig a 04.09.2015

Desde que saibas os limites das tuas capacidades, não terás problemas.
Agora se começas a exagerar e pisas coisas que não és capaz, os danos podem ser complicados de debelar.

Tudo é bom desde que não se exagere.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens