Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Eu e os conselhos

por *Márcia S.*, em 26.08.15

Não gosto que me venham dar conselhos, pensando que sabem os porquês do meu "estado". Foram poucas as pessoas que apenas olhando para mim, ou com uma troca de olhares, perceberam que lhes estava a pedir ajuda. Não me importei que os dessem, e não mando embora ninguém que o tente fazer, mas é mais fácil de aceitar os que são ditos por alguém que nos conhece muito bem.
A maioria deles não os segui. Sabia que era o mais correcto a fazer mas preferi errar por mim mesma, assumindo o erro, do que dizer "não o fiz por recomendação da pessoa tal". Já bati com a cabeça, mas só assim tomei consciência de alguns limites que tenho e não conhecia. Só assim conheci fraquezas que não sabia ter. Já me disseram "eu avisei-te", mas de que vale os avisos se não arriscarmos em nada?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens