Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


.


Escrever é a melhor forma de falar sem ser interrompida. Quando comecei a escrever neste blog sobre tudo (ou melhor dizendo: quase tudo) que passei enquanto sofria de bullying nas mãos de terceiros, não o fiz para me vitimizar mas para dar um grito alto e alguém me ouvir. Mas, porquê esta lengalenga agora? Ora, é muito simples! Enquanto sofri com tudo o que se passava em meu redor, não era capaz de falar. Ou porque as palavras não queriam ser ditas em voz alta ou porque quando começava a falar era completamente ignorada e a minha voz completamente abafada com a voz de outros individuos que achavam ter o dom da palavra. Este blog foi, e ainda é, a melhor forma de me conseguir expressar de tudo o que nunca consegui desabafar com ninguém. Não conseguia porque não se acreditavam no que uma pessoa pode sofrer, porque deavalorizavam ou não me deixavam concluir, ou até com medo de começar a chorar a meio do discurso. Aqui, sim mesmo aqui neste blog, consegui escrever quase tudo o que queria (há coisas que ainda não me apeteceu escrever), consigo escrever tudo o que me vai na cabeça e no coração. Aqui sei que, quem lê o que escrevo e ainda se dá ao trabalho de comentar é porque quis mesmo ler e dar a sua opinião (ou apoio). Não fui interrompida nem ignorada por essas pessoas, nem sequer me viram chorar enquanto escrevia e na minha cabeça revivia tudo

Autoria e outros dados (tags, etc)

.



2 comentários

Imagem de perfil

marrocoseodestino a 17.03.2015

Já passaram uns anos desde que criei o primeiro blog, depois senti necessidade de criar sobre o meu passado enquanto estive casada. Recordar muitas das situações fez-me saltar as lágrimas , mas ao mesmo tempo faz-me sentir leve. Recordar coisas menos boas nem sempre é mau, muitas vezes faz-nos ver que crescemos, que mudamos para melhor, que nos tornamos mais fortes e confiantes.
Esse blog foi tornado privado, pois cheguei ao fim da "historia" e não fazia sentido escrever sobre a minha vida depois dessa fase no mesmo "estaminé".
Sabe bem deitar cá para fora e melhor sabe quando sabemos que nos lêm.
Beijinho
Imagem de perfil

*Márcia S.* a 17.03.2015

É verdade.
Dizem que o passado deve ficar lá no passado, mas certas coisas fazem-nos ver o que evoluimos enquanto pessoas.
É bom quando vemos que existe alguém que nos lê e que compreende o que escrevemos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens