Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O primeiro trabalho é, quase sempre, uma dor de cabeça para encontrar, independentemente de sermos ou não formados em alguma área. Uma dor de cabeça para perceber onde nos podemos iniciar. Passei por essas preocupações toda quando procurava trabalho pela primeira vez. Um dos locais mais fáceis de ser aceite sem qualquer experiência é a área da restauração. Digo isto pela minha experiência e pelo que me fui apercebendo ao longo dos anos em que trabalhei nesta área. Foi precisamente nesta área que arranjei o meu primeiro trabalho. Em restauração, numa cadeia de fast-food que é uma das mais conhecidas nacional e mundialmente. Não posso dizer que foi a experiência mais maravilhosa do mundo, nem tão pouco mais ou menos. Foi um lugar onde aprendi bastante, onde aprendi mesmo muito! Muito mais do que alguma vez achei que ia aprender num lugar assim. Em um (1) ano de trabalho posso referir que o que mais custou foi mesmo as pessoas em si. A pressão que nos é colocada, ter colegas que querem subir na carreira ali dentro a toda a força (e não se importarem de passar por cima de quem quer que seja para isso), não ter horas para sair, não serem pagas horas extras (que são horas que os colaboradores fazem todas as semanas a mais e ficam a ver navios). E, para muitos uma das melhores coisas, para outros algo que estraga de certa forma o nosso organismo e que acaba por nos enjoar... comer constantemente hamburguers a todas as refeições. Ou quase todas, visto que se estiverem num shopping podem fazer troca de comida com as restantes cadeias alimentares pertencentes ao grupo em que se encontram (isto se tiverem a sorte de alguém querer trocar a sua refeição convosco). 

Autoria e outros dados (tags, etc)

.




Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens