Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


.


Ansiedade

por ✓MS, em 07.02.16

Sempre fui, e ainda sou, uma pessoa bastante ansiosa. Já fui mais, é certo, neste momento tento combater essa ansiedade de diversas formas que, bem ou mal, vão ajudando q.b. No passado o que mais afectava essa ansiedade era, entre outras coisas, as insónias. A minha cabeça não parava nem mesmo para dormir, chegando a passar umas semanas em que apenas dormia entre 3 a 5 horas todos os dias. Até que cheguei a um ponto que me vi obrigada a descansar, fosse de que forma fosse, arranjando maneiras de ultrapassar parte dessa ansiedade e ajudando-me então a descansar e ter não só noites como dias mais tranquilos. As preocupações excessivas eram sempre bastante frequentes e acabavam por afectar sempre o meu dia-a-dia sendo dentro ou fora de casa.

Começar a relaxar mais, evitar dar muita importância a coisas com importância reduzida, partilhar os meus problemas sem os guardar apenas para mim e enfrentar certos receios ou coisas que antes seria impensável fazê-lo ajudaram-me de certa forma a ir ultrapassando essa ansiedade (mesmo que pouco a pouco)

Autoria e outros dados (tags, etc)



9 comentários

Sem imagem de perfil

Maria Sem Limites a 07.02.2016

Felizmente, e para já - sempre me ensinaram a dizer: nunca digas nunca -, não sofro de ansiedade e espero sinceramente não vir a sofrer. Conheço miúdas com a minha idade que sofrem desse problema numa escala que talvez tu tenhas atingido e não é nada positivo.
Beijinhos.
http://www.mariasemlimites.blogspot.pt
Imagem de perfil

✓MS a 07.02.2016

Ainda bem! O importante é conseguir dar a volta por cima, não desanimar :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens