Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Coisas de adolescente

por ✓MS, em 08.03.16

Confesso que enquanto adolescente buscava pela minha independência, sem saber bem o que isso era. Ou melhor, tinha uma ideia completamente distorcida do que seria a independência. Por isso mesmo, era bastante dependente dos meus pais. Se tivesse de me classificar, enquanto adolescente, era certamente aquela miúda muito tímida, bastante introvertida e que quase não abria a boca para dizer nada. Tinha um monte de opiniões, que guardava para mim está claro! Raramente partilhava as minhas opiniões e gostos com quem quer que fosse. Devido a variados factores, e apesar de todos esses traços que me caracterizavam, era uma adolescente um tanto revoltada comigo mesma.

De qualquer forma houveram variadas coisas que, tal como imensos adolescentes naquela altura, adorava. Entre mil e uma coisas, decidi então vir cá partilhar duas delas.

  • Uma das mais típicas é, como está claro, os Morangos com Açúcar que não podia perder um único episódio. Se algum dia fui "viciada" em alguma coisa (que não esteja diretamente ligado com comida ahah) foi sem sombra de dúvida os Morangos com Açúcar.
  •  Outra das coisas que enquanto adolescente adorava eram aquelas revistas para jovens/adolescentes, nomeadamente a revista Bravo, que ainda hoje existe. A grande maioria das adolescentes daquela altura (e não passaram assim tantos anos como isso) adorava este tipo de revistas e esta era uma delas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ser realista na perda de peso

por ✓MS, em 06.03.16

Um dos erros que muitas pessoas cometem é serem demasiado ambiciosos com a sua perda de peso. Ser ambicioso não é mau, o que é mau é ser exageradamente ambicioso. Há quem estabeleça metas muito pouco realistas para o que querem para si, como já ouvi pessoas a dizer que queriam perder 10kg num único mês. Além deste exemplo ser extremamente ambicioso não é, de todo, uma forma saudável de emagrecer. O facto de terem objectivos e metas a cumprir é algo muito bom, até mesmo porque nos motiva a fazer isto por gosto e não por obrigação. No entanto, o facto de as pessoas serem demasiado ambiciosas torna a situação complicada devido a ficarem frustadas e desmotivadas por não estarem a conseguir realizar o que nas suas cabeças estabeleceram. 

Além de mais saudável, é muito melhor festejar por pequenos avanços positivos ao longo do tempo na perda de peso, do que esperar um resultado gigantesco e muitas vezes impossível de se concretizar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Resistir aos doces

por ✓MS, em 05.03.16

Para quem gosta de doces e quer emagrecer, como foi e é o meu caso, uma das principais coisas que tive em mente desde o início era: resistir aos doces! Nem sempre é fácil, até porque a minha ideia nunca foi eliminar os doces da minha alimentação, mas sim fazer com que reduzisse imenso o seu consumo. O mais complicado, para mim, foi sem dúvida alguma os primeiros passos que comecei a dar neste caminho na tentativa de ser mais saudável, pois quando as coisas se encontram mesmo em frente dos nossos olhos tudo se torna mais complicado. Foi então que pensei "longe dos olhos, longe da boca". Se eu não os visse, não iria sentir aquela vontade de os comer. Os doces não deixaram de existir cá por casa mas acabaram por, inicialmente, ficarem guardados em locais que eu saberia que não estaria sempre a encontrar os ditos cujos. Foi assim que se tornou um pouco mais simples para mim de lhes resistir e hoje conseguir ver e não comer. Obviamente que não deixei de os comer a 100%, mas não o faço só porque sim nem em qualquer ocasião.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coisas que me fazem feliz

por ✓MS, em 02.03.16

Haverá coisas melhores do que as que nos fazem felizes? Há coisas que me fazem extremamente feliz, por isso resolvi fazer uma lista com algumas delas.

  • A minha família;
  • O meu cão;
  • Amigos;
  • Ler;
  • Escrever;
  • Música;

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sonhos

por ✓MS, em 01.03.16

Nem todos que me conhecem sabem mas, sou extremamente sonhadora. Não que não saiba diferenciar a realidade de algo que não passa mesmo de um sonho, mas não vejo problema algum em sonhar, sonhar muito! Faço para sonhar (mesmo que acordada), todos os dias, com algo que deseje muito. Sonho bastante com tudo o que desejava conquistar, com tudo o que desejava mas sei que é um "sonhar demasiado alto". Adoro ser sonhadora porque sinto que assim conseguirei ter alguns desses sonhos como um objectivo a seguir. Talvez alguns sejam demasiado para mim, mas não é de todo esse pensamento que me faz deixar de sonhar.
Sonhar e pelos nossos sonhos depende de nós, só de nós. Depende de nós e do quanto queremos e desejamos mesmo aquilo pelo que tanto sonhamos. Nem sempre dá certo, ou porque assim teria de ser ou porque o nosso esforço não foi suficiente. Mas se não tentarmos, se não fizermos o esforço, como saberemos se esse sonho realmente pode ser a nossa próxima realidade?

Autoria e outros dados (tags, etc)

.


Pág. 7/7



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens