Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pessoas influenciáveis

por ✓MS, em 02.02.16

Quem nunca conheceu pessoas influenciáveis? Quando estamos naquela fase de construir a nossa personalidade, não sabermos ainda muito bem aquilo que queremos ou não termos muitos objectivos definidos, penso que seja um tanto "normal" sermos influenciáveis. Quando convivemos em grupo acabamos sempre por ser influenciáveis, tanto para o bem como para o mal, é inevitável e acaba por ser assim no dia-a-dia. Contra mim falo, já fui influenciada pelo bem e pelo mal, de qualquer forma hoje tomo decisões pela minha própria cabeça até porque eu tenho opiniões próprias, eu tenho voto na matéria e uma voz activa sobre o que quero ou não fazer.

Irrita-me profundamente aquelas pessoas que, já com idade para terem juízo e saberem o que querem, se deixam influenciar por terceiros. Irrita-me aquelas pessoas que se deixam influenciar por namorados(as) e amigos, deixando de ser elas próprias e tornando-se alguém irreconhecível. Irrita-me que tornem esses atitudes como "verdades absolutas" de quem elas são, quando o que sempre se viu não é isso.

Penso que chegamos a um ponto na vida em que devemos saber o que está certo do que está errado e quando fazemos algo só para agradar a alguém, sem que o quiséssemos fazer de verdade, sendo autênticos fantoches nas mãos de quem nos tenta (e consegue) dominar. Afinal somos o quê? Fantoches ou pessoas com sentimentos, vontades e opiniões?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um pouco mais de mim

por ✓MS, em 02.02.16

A fim de "mostrar" um pouco mais de mim, decidi criar então estas duas pequenas listas (que podiam ser bem grandinhas):

Menos positivo:

  • Quieta de mais (adoro estar no meu canto, muitas vezes sem falar, estar nos meus pensamentos, quieta, sem interagir com ninguém. Segundo alguns, é algo que pode não ser positivo.);
  • Muito sarcástica (penso que já referi isto anteriormente, mas é a realidade);
  • Muito irónica (penso que também cheguei a referir isto antes);
  • Maternal de mais (quando considero alguém bom amigo, por exemplo, acabo por estar sempre preocupada com essa pessoa, aparece aquela vontade de a "proteger" sempre que necessário, entre outras coisas. Por vezes isto é algo mau, não para os outros, mas para mim caso me coloque de lado).

Positivo:

  • Corajosa (tem dias ahah);
  • Confiante (quando avanço em algo que quero muito e vou com força de vontade, no geral, sou confiante no que faço);
  • Optimista (esforço-me ao máximo por ser sempre assim no meu dia-a-dia, apesar de não ser sempre possível);
  • Engraçada (ok, nem sempre correm bem as minhas piadas, mas gosto de quando consigo fazer alguém sorrir assim do nada);
  • Fiel (visto detestar infidelidades, seria incapaz de ser infiel).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Balanço do primeiro mês do ano

por ✓MS, em 01.02.16

E com o início do mês de Fevereiro, decidi fazer um balanço do mês que acabou de terminar. Janeiro além de ser o mês em que fico mais velha um ano foi um mês conturbado. Um mês com decisões um tanto difíceis a tomar, um mês que me fez ir abaixo umas quantas vezes. Fez-me crescer em tantos pontos e cair noutros tantos. Foram descobertas, desavenças, momentos tristes mas também momentos de felicidade. Foi um mês em que quis desistir de muita coisa, em que quis desaparecer uns dias e não ter de enfrentar certas situações. Em todos os pontos negativos que vivi, busquei a minha felicidade. Nem sempre com sucesso, mas no final venci mais um mês.

No final não desisti, principalmente de mim.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coleccionar sorrisos

por ✓MS, em 01.02.16

Quem parte em busca da felicidade, seja ela de que forma for até porque a felicidade é diferente para cada um de nós, sabe o quanto é bom sorrir e ver as pessoas sorrir. Eu gosto de sorrir, apesar da vida pregar algumas rasteiras, adoro quando consigo sorrir de forma a mostrar que estou verdadeiramente feliz.
Adoro estar perto de quem me faz sorrir, de quem não me deixa pensar em tristezas mas percebe quando eu preciso dos meus momentos mais "tristes". Adoro quando consigo, querendo ou não, roubar sorrisos a amigos, conhecidos ou familiares.

Não é fácil retirarem-me sorrisos, por isso dou muito valor a quem me consegue fazer rir e abstrair das piores coisas que vão acontecendo no dia-a-dia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

.


Pág. 7/7



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens