Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O que mudou ao entrar numa relação?!

por *Márcia S.*, em 29.05.17

Quem me conhece há uns bons anos sabe que eu sempre tive uma frase típica "não quero ninguém, sei ser feliz sozinha, da minha maneira!". De qualquer forma, algo mudou a certa altura. Não vou dizer que não dei por isso, porque na verdade as coisas vão dando para reparar, para serem notadas e sentidas. E, sendo sincera, existe uma grande diferença entre gostar de uma pessoa por gostar da sua companhia e gostar de uma pessoa que desejamos ter para o resto da vida. Neste último caso, nunca imaginei que algo mudasse até sentir de verdade isso. Por mais que se negue no momento, lá no fundo sabemos quando estamos a gostar verdadeiramente de alguém, quando sabemos que nos sentimos realmente bem na sua companhia e queremos que fique sempre connosco. Quando caí em mim naquele sentido de "porra, o que está a acontecer?", apesar de o saber desde o inicio, já não dava para voltar atrás. Já não dava para simplesmente ignorar, penso que no momento iria doer mais o voltar para trás do que admitir tudo e correr o risco de ser rejeitada (que felizmente não aconteceu).

As coisas foram acontecendo naturalmente e, claro está, tudo foi mudando aos poucos. Tudo muda quando existe um começo ou um fim em algo não é verdade? Já não estava habituada a estar numa relação, foram uns valentes anos a rejeitar uma relação que o medo se instalou em mim de uma forma que nunca pensei existir. Tudo passou, é certo, mas houveram coisas que aos poucos mudaram de forma a eu agora pensar como era o antes e o agora.

Ora, se antes eu saía do trabalho e a única coisa que eu pensava era "vou para casa descansar que estou exausta", agora sou capaz de ainda arranjar tempo para fazer algo mais. Se quando tinha folgas eu pensava apenas no quanto seria bom aqueles dias para descansar e se daria para conciliar alguma saída com amigas, agora o pensamento é quase o mesmo mas com a pessoa que está a meu lado. Não, as amizades não ficaram de lado até porque talvez tenha começado a dar mais valor a ela por o tempo ser mais reduzido e querer manter alguma conversa em dia.

No meu caso em particular, a mudança maior que senti talvez tenha sido mesmo essa das prioridades terem alterado, o passar menos tempo em casa em algumas semanas e sem qualquer dúvida ter acima de tudo um grande amigo ali com quem contar para tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Melhor Amiga Procura-se a 07.06.2017 às 17:13

As prioridades alteram-se porque existiram razões para tal :-)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens