Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Eu e os conselhos

por *Márcia S.*, em 26.08.15

Não gosto que me venham dar conselhos, pensando que sabem os porquês do meu "estado". Foram poucas as pessoas que apenas olhando para mim, ou com uma troca de olhares, perceberam que lhes estava a pedir ajuda. Não me importei que os dessem, e não mando embora ninguém que o tente fazer, mas é mais fácil de aceitar os que são ditos por alguém que nos conhece muito bem.
A maioria deles não os segui. Sabia que era o mais correcto a fazer mas preferi errar por mim mesma, assumindo o erro, do que dizer "não o fiz por recomendação da pessoa tal". Já bati com a cabeça, mas só assim tomei consciência de alguns limites que tenho e não conhecia. Só assim conheci fraquezas que não sabia ter. Já me disseram "eu avisei-te", mas de que vale os avisos se não arriscarmos em nada?

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Andy Bloig a 26.08.2015 às 13:06

Mantenho aquilo que te disse há pouco tempo atrás... não é um conselho, é um pedido do qual não deves ter medo. Não perdes nada (para além do tempo) e ficas melhor contigo própria.
Evitas males maiores, com coisas tão simples...
Imagem de perfil

De *Márcia S.* a 26.08.2015 às 13:27

também não lido bem com pedidos

Falando sério, este ano fica resolvido, espero. Agora quando, não sei.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens