Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


E, um dia, tudo vale a pena

por *Márcia S.*, em 21.04.16

Cheguei a duvidar se o meu esforço seria recompensado. Se conseguiria seguir o à risca o que me tinha proposto, se a minha força de vontade seria suficiente para avançar e levar todo o seu progresso como uma grande aprendizagem. Cheguei a duvidar que era capaz. Olhei para trás e vi que não tinha nada a perder, ao invés disso já teria perdido o que tinha a perder. Não tinha nada a perder e, eventualmente, teria muito a ganhar. "Quem sabe me surpreendo a mim mesma", pensei no dia que tomei (talvez) a melhor decisão da minha vida. Não hesitei, apesar de duvidar, apesar de ter receio de me desiludir a mim mesma. Encarei o desafio como uma conquista ou "uma nova vida" que me esperava. Conquistei, fui conquistando, continuo a conquistar e a surpreender-me sem saber bem onde e como fui buscar força para "me mudar". Sem grandes esperanças, apaixonei-me. Apaixonei-me por mim, pela vida e por cada conquista, mesmo que pequena, que vou tendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens