Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ainda recordo

por *Márcia S.*, em 21.12.16

Sim, é verdade. Ainda recordo, não com a mesma frequência de quando partiste mas ainda recordo. Não sei se são saudades, se sinto falta ou se são apenas memórias, mas não é assim todos os dias. Mas hoje, hoje lembrei-me mais, recordei mais. Tentei lembrar de quem foi o último a dizer uma palavra. Não fui e, nem tencionava ser. Dizem que há momentos que devemos saber ficar calados e sem dúvida que eu soube. Quem não sabe o que quer não merece que lhes tentem mostrar certezas. Hoje dei por mim a pensar onde teria falhado. Se teria sido cruel, se teria feito algo de muito errado. Mas sabes? A culpa talvez tenha sido minha ao dar ouvidos a coisas e frases banais como o ser diferente. E, realmente, a diferença existia! Não a que era dita, mas existia. Desengane-se quem acha que (maioritariamente) os opostos se atraem. Na realidade não é assim tão linear. Éramos pólos opostos e talvez percebêssemos tal coisa tarde de mais.

Sim, eu hoje recordei. E recordei principalmente que o amadurecermos realmente é muito diferente de pessoa para pessoa. No dia que houve uma ausência quis dizer mil e uma coisas mas, optei pelo silêncio. Quem não tem a capacidade de sentir, certamente não terá a capacidade de perceber o que sentem os outros. Hoje finalmente percebi que a maturidade não vem com o tempo, quando não nos esforçamos para ter.

 

Eu hoje tive a certeza que o silêncio talvez seja a nossa melhor arma!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens